Qual a importância de uma boa saúde bucal? 

Qual a importância de uma boa saúde bucal?

Qual a importância de uma boa saúde bucal? 

Uma frase muito conhecida, diz tudo sobre essa questão: A saúde começa pela boca! 

A cavidade bucal é muito importante para todos, visto que, ela está presente em quase todos os momentos das nossas vidas, alguns tão naturais que nem nos damos conta, tais como: mastigação, fala, respiração, alimentação e até questões sociais como a aparência. 

Apesar de tão necessária, nossa boca, ou cavidade bucal, não tem a saúde tão levada a serio quanto deveria, e isso pode ser notado pelos números trazidos pela OMS: cerca de 3.5 bilhões de pessoas no mundo têm sido afetadas por doenças bucais.

Quais principais planos odontológicos hoje?

  • Amil Dental
  • Goldental
  • DentSim
  • +Dental
  • Sulamérica Dental
  • Bradesco Dental
  • Unimed Dental

Por que tantas pessoas têm doenças bucais? 

Os números trazidos acima têm como principal justificativa dois fatos, são:

  1. A maioria das pessoas ainda não enxerga a saúde bucal com a devida importância;
  2. Um tratamento bucal pode ser caro e, na maioria das vezes, as pessoas não fazem um plano de saúde com a inclusão do plano dentário, portanto, quando enfrentam algum problema de saúde bucal, precisam enfrentar também um grande problema financeiro. 

Importante ressaltar que além do acompanhamento rotineiro com o especialista incluso no seu plano de saúde, uma higiene bucal bem feita, também diminui os riscos de processos inflamatórios e infecciosos crônicos, o que pode agravar ou provocar doenças. 

Doenças mais causadas pela falta de higiene

Dentre os principais distúrbios causados pela falta de higiene bucal, a cárie em dentes permanentes é a mais frequente. Contudo, também é muito comum a gengivite, periodontite, afta, halitose e placa bacteriana. Mas, além das doenças comuns, também existem outras doenças muito sérias, tais como:

  • Câncer de boca: Com 14 mil novos casos por ano. A má higiene bucal associada ao uso de próteses mal ajustadas, ao tabagismo e ao consumo de álcool são os principais fatores que contribuem para o desenvolvimento da doença.  
  • Diabetes: É fato que pacientes diabéticos possuem uma pré-disposição para o desenvolvimento de alterações bucais. Por outro lado, pesquisas afirmam que a gengivite e periodontite, já instaladas, podem afetar o controle de glicose e, dessa forma, contribuir para a progressão da Diabetes.  

Maneiras de evitar as doenças bucais

A melhor maneira é a prevenção, e para isso, além de manter uma rotina de cuidados, é importante visitar regularmente um dentista através de um plano de saúde odontológico. As visitas frequentes permitirão ao profissional avaliar pontos como:

  • Mudanças na aparência dos dentes, isso pode ser indicativo de bulimia ou anorexia;
  • Aftas podem ser relacionadas à Doença de Crohn e Doença Celíaca;
  • Perdas ósseas dos maxilares podem ser um sinal de osteoporose. 

Quais os cuidados básicos com os dentes? 

Existem algumas frases clichês de cuidado bucal que são completamente verdadeiras, portanto, precisamos segui-las:

  • Escovar os dentes após as refeições, no mínimo 3 vezes ao dia;
  • Utilizar escovas macias para não machucar a gengiva;
  • Trocar sua escova de dente a cada 3 meses; 
  • Passar fio dental diariamente, entre todos os dentes; 
  • Visite o dentista a cada 6 meses;
  • Capriche da higiene antes de dormir.

Já a pessoa que usa aparelho ortodôntico, deve dobrar o cuidado, preocupando-se mais ainda com a limpeza dos dentes, gengiva e o uso do flúor, visto que, o aparelho retém restos de alimentos o que pode colaborar bastante para o desenvolvimento de gengivite e lesões de cáries dentárias. 

Preços de Planos de Saúde RJ 2020