Como Declarar Plano de Saúde no Imposto de Renda 2019

Como Declarar Plano de Saúde no Imposto de Renda 2019?

Você ainda não sabe como fazer para declarar plano de saúde no Imposto de Renda?

Para muitas pessoas, isso é um assunto bastante complicado. Mas, não existe motivos para se desesperar.

O mais importante é que você consiga declarar todos os seus gastos no Imposto de Renda, a tempo.

Além disso, as declarações têm que ser feitas anualmente. No entanto, não precisa recorrer a um contador, basta seguir alguns passos com atenção!

Então, se você quer saber como fazer essa declaração, confira nossas dicas a seguir.

Pois, iremos mostrar de forma simples e prática como fazer ela. Tudo isso em casa, sem precisar de ajuda!

Como Declarar Plano de Saúde no Imposto de Renda?

Desse modo, para declarar as suas despesas referentes ao plano de saúde, é essencial utilizar o modelo completo de declaração.

Pois, apenas assim será possível descontar o total gasto. Desde que o plano seja do tipo particular.

Independentemente da sua abrangência, incluindo familiar, individual, coletivo por adesão (sindicatos, associações, cooperativas, etc).

Mas, é importante estar atento para não cometer um erro muito comum. Que é esquecer de declarar os reembolsos feitos pela seguradora de saúde.

Sendo assim, relativos aos gastos em planos particulares, enquadrados abaixo:

  • Exames laboratoriais;
  • Consultas;
  • Internações;
  • E alguns outros tipos de serviços.

No entanto, você não precisa ficar coletando notas para isso. Uma vez que, toda seguradora é obrigada a oferecer um relatório anual.

Ou seja, contendo assim, dados de todos os serviços médicos realizados ao longo do ano.Como Declarar Plano de Saúde no Imposto de Renda 2019?

E, neste relatório estará inclusa as despesas reembolsadas. Podendo ainda, ser entregues em arquivo eletrônico, otimizando a sua declaração.

Contudo, na hora de declarar o reembolso, será preciso escolher um dos códigos, que correspondem a despesa em si. Confira a lista abaixo:

  • 09 – Fonoaudiólogo;
  • 10 – Médicos;
  • 11 – Dentistas;
  • 12 – Psicólogos;
  • 13 – Fisioterapeutas;
  • 15 – Médicos – exterior;
  • 16 – Dentistas – exterior;
  • 17 – Psicólogos – exterior;
  • 20 – Fonoaudiólogo – exterior;
  • 21 – Hospitais, laboratórios e clínicas;
  • 22 – Hospitais, laboratórios e clínicas – exterior.

Como Fazer Para Deduzir Despesas Médicas?

Então, agora que você já sabe o principal sobre declarar plano de saúde no imposto de renda. Vamos aprender como deduzir despesas médicas.

Lembrando ainda, que cada contribuinte poderá declarar exclusivamente suas próprias despesas.

Ou seja, apenas aqueles reembolsos feitos em seu nome. Do contrário, eles não serão validados e deduzidos.

Além disso, se você possui dependentes, deve inclui-los em todos os anos em sua declaração.

Mas, é preciso detalhar despesas respectivas no nome de cada um deles. Quanto aos planos empresarias, não é diferente.

O funcionário também tem o direito de abater valores que tenham sido pagos por ele. Excluindo apenas, valores pagos pela empresa.

Qual a Forma Certa De Declarar o Plano de saúde?

Portanto, a forma certa de declarar plano de saúde no Imposto de Renda, é lançando seus valores com o código adequado.

No quadro de “Pagamento Efetuados”, referentes a pagamentos no Brasil. Informando assim, seu nome e CPF ou CNPJ da empresa.

Bem como, o valor integral pago e o valor de reembolso, referentes ao ano calendário.

Mas, preste atenção, pois, você deve indicar de quem foi o gasto. Ou seja, se foram próprios ou de dependentes seus.

Logo, no segundo caso devem ser informados ambos os nomes ao realizar a declaração IR.

Além disso, alguns itens serão solicitados, responda todos eles. Em geral, pede-se nome tanto da empresa, quanto do profissional que realizou atendimento.

Juntamente como o CPF e CNPJ (para profissionais pessoas jurídicas). No campo “Valor Pago”, insira o valor integral pago por você.

Já para “Valor Reembolsado”, que é aquele não dedutível, preencha todos s valores que você recebeu de volta.

O Que Fazer Com Planos De Coparticipação?

Mas, existe ainda os casos em que é preciso declarar plano de saúde no Imposto de Renda, do tipo coparticipação.

Apesar de ser bastante parecido, possui pequenas diferenças. Isso porque, existem empresas que optam por planos de tipo parcial.

Sendo assim, aqueles em que parte do valor é responsabilidades deles, enquanto que, a outra parte é paga pelo funcionário.

Em geral, quando este autoriza, retirados diretamente do contracheque mensal.

Logo, para esses casos o contribuindo deverá acessar a ficha “Pagamentos Efetuados” – para casos nacionais.

Indo então, até “Valor Pago” e depois, informe apenas a parte que você paga. Já o campo “Valor Reembolsado”, o não dedutível, deverá ser deixado em branco.

Conclusão

Desse modo, foi possível ver como declarar plano de saúde no Imposto de Renda 2019.

Que será assim, feito de forma bastante simples e prática. Mas, esteja atento e evite cometer os seguintes erros:

  • Emitir rendimento provenientes de rescisões de contratos;
  • Não informar o rendimento de dependentes;
  • Deixar de declarar valores de alugueis recebidos;
  • Lançar valores diferentes do que está nos informes de rendimentos;
  • Entre outros.

Pois, se você deixar de fazer algumas dessas coisas, não importa o quanto você declare o plano de saúde corretamente.

Suas chances de cair na “malha fina” irão aumentar”. Além disso, atualmente você se encontra satisfeito com o valor de seu plano?

Então, se a sua resposta foi não ou ficou em dúvida, conheça agora mesmo a Corretora RioSaúde.

Uma corretora de seguros que oferece diversas opções de planos. Indo assim, desde os individuais até mesmo aos empresariais!

Este artigo foi útil para você? Deixe seu comentário e compartilhe com seus amigos nas redes sociais.